Quem somos

A agência Josan trabalha em investigação particular e em investigação comercial no nosso país e no estrangeiro

A agência de investigação privada Josan foi criada há 26 anos pelo detetive João Santos, o qual disponibiliza aos seus clientes, a qualquer hora/dia, uma enorme variedade de serviços a nível de investigação comercial e de investigação particular.

João Santos, 55 anos, iniciou atividade em 1990, após ter tirado o curso nesta área, em Barcelona, e sempre pautou a sua carreira por tratar todos os casos de forma absolutamente confidencial, seguindo o código deontológico e os princípios éticos inerentes a esta atividade.

Detentor de uma vasta experiência profissional e de uma lista de contactos privilegiados noutras agências um pouco por todo o mundo, este investigador opera em Portugal e no estrangeiro, com especial destaque na Europa, em África (em particular nos PALOP) e no Brasil, usando sempre os equipamentos mais sofisticados e inovadores para conseguir apresentar os resultados necessários aos clientes.

Ao longo do seu percurso laboral, o detetive particular João Santos já trabalhou com inúmeros clientes, nomeadamente com algumas das maiores empresas nacionais e multinacionais que atuam no setor da banca, seguros, serviços, comércio, indústria, escritórios de advogado, entre outras. 

O investigador privado João Santos faz parte da ANIDEP (Associação Nacional dos Investigadores e Detetives Privados Profissionais), com a carteira n.º 51, e também da APDPE (Associacíon Profesional de Detectives Privados de Espanha), com o n.º 650. Este profissional foi ainda presidente e vice-presidente da extinta ANDEPIP (Associação Nacional de Detetives Privados Portugueses).

Se precisar de um detetive privado, não hesite em entrar em contacto com a agência Josan. Marque uma reunião, totalmente gratuita, durante a qual expõe o seu caso e obtém, de imediato, um orçamento sem qualquer compromisso associado.

No final da investigação, normalmente os clientes recebem um relatório escrito pormenorizado bem como as respetivas provas (em formato fotografia, áudio e/ou vídeo…). Se pretenderem apoio jurídico, o detetive João Santos também encaminha todo o processo para os profissionais mais indicados.

Com a agência Josan, o sigilo e a discrição são, de facto, a nossa prioridade. Trabalhamos em casos reais para ajudar pessoas com problemas reais. A nossa taxa de sucesso é elevadíssima.

Não se deixe enganar por amadores ou curiosos. Confie no nosso profissionalismo. Prestamos um serviço completo e de qualidade superior a preços acessíveis. Acabe com as suas dúvidas. Assuma uma posição com base em certezas.

O detetive privado João Santos faz parte da ANIDEP, com a carteira n.º 51, e também da APDPE, com o n.º 650. Este investigador particular foi ainda presidente e vice-presidente da extinta ANDEPIP.